Pesquisar este blog

Translate

10.3.16

Família objeto perfeito? Sim porque não

Boa tarde, hoje começo a escrever a tardinha para vocês. Hoje é um dia de folga pós aniversário de um parente próximo e hoje estou com esta missão escrever baseado na minha ilustração. Família. Uma imagem, algo representativo. Sobre la vida, a minha outra parente ainda continua hospitalizada. Ontem minha filha também passou poucas e boas e tomou uma injeção para sarar de uma forte alergia. Bom, segue o texto:




Família objeto perfeito? Sim porque não




Hoje em dia vivemos uma modernidade e a meu contorno familiar demonstra um exemplo de família: -Papai, mamãe, e três filhinhos. Três! Descabível para um pensamento moderno. 

Hoje a modernidade faz com que as famílias tenham no máximo dois e num geral quase que absoluto um filho. O futuro teremos mais velhos do que criança, e se for nesta conta um filho por casal, na velhice será uma imposição, quem fica com a mãe quem fica com o pai. Li em algum lugar que o ideal são dois filhos por casal.

A família é e sempre será o porto seguro de qualquer ser humano. Mesmo aqueles que optam pela solteirisse acabam transferindo o amor a algum animal de estimação, o senso de proteção e lar é o mais importante para qualquer que seja o arranjo familiar. Ninguém é uma ilha isolada, necessitamos estar junto, sim é certo afirmar que desentendimentos, fruto da convivência, ocorrem e muitos por não suportar o outro e suas diferenças acaba só, hoje existe este culto de :separar depois verificar, e é bem assim mesmo, casamentos são destruídos pela intolerância, o até que a morte os separem é muito tempo melhor não esperar... Mas continuo veemente em afirmar, a família é o objeto perfeito o que dá o plumo para o viver bem.

ilustração para o site pixabay feita por Waldryano

Crônicas de um Velho Jovem

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Atitude racista afasta William Waack

William Waack Um vídeo que circulou nas redes socais nesta quarta-feira em que o apresentador William Waack, do Jornal da Globo, aparece...