28 Acorde-me

    
Abro os meus olhos, sinto um formigar na minha perna, a minha boca também esta seca. fecho os olhos, estou sonhando, que lugar é esse? Espere aí não é sonho. É um hospital? Sim é um hospital.
-Meu filhinho, meu bebê, o que estou fazendo aqui? Onde esta tudo mundo? Que lugar silencioso, existe uma campainha para chamar a enfermeira, como todos os quartos de hospital, mas eu não consigo alcançar, meu braço formiga, eu não consigo falar... Minha mãe, mãe, olha aqui mãe por favor olhe aqui, estou com sede a boca esta seca, meu Deus o que eu estou fazendo neste quarto de hospital, meu filho ainda está em mim?
-Olho para o teto, e tudo volta a se embaçar, olho novamente para a campainha mas não consigo tocar... E a minha visão vai embaçando, e a sede vai tomando conta de mim, não consigo falar, queria gritar mas não consigo, fecho, os olhos, hospital o que estou fazendo aqui...


Filhinho eu te amo

Nenhum comentário:

você poderá gostar destes posts abaixo