Paranaense, trinta e poucos anos, formado em letras, evangélico, E... Gosto de escrever...
A Dona que se foi

Voltei a escrever a este Blog, motivado a recuperação da vó da minha esposa, e deste modo agi e os textos  foram fluindo todos os dias que eu pude sentar e escrever assim o fazia, no entanto por querer de Deus a vó da minha esposa nos deixou, a minha vizinha de muro nos deixou.

Para descrever meu cotidiano te conto: -Amanhã vou na aula de violão, tentando aprender a tocar, pela quinquagésima vez na minha vida, vamos ver se agora vingo.

Voltando a falar da vó da minha esposa. Como é estranho saber que não veremos mais ela. Por mais piegas que possa parecer estes comentários, quando é com a gente, aí sim é diferente, fico a colocar no lugar da minha sogra e tentar entender o viúvo. Mas não é um vácuo, um vazio inexplicável. Não é oportunismo ficar comentando sobre tais considerações, mas sim algo que acomete os meus pensamentos. Abaixo a ilustração desta senhora.

Crônicas de um Velho Jovem
Deixe sua opinião
Por: Waldryano RJ 24.4.16 Comentarios | As

0 comentários:

A maioria dos textos e imagens expostos neste blog são de autoria ®Waldryano. Tecnologia do Blogger.

# Compartilhe