Paranaense, trinta e poucos anos, formado em letras, evangélico, E... Gosto de escrever...

Por Waldryano Para o blog Waldryano
Capítulo 31
Tempestade

Na madrugada, começou a chover, mas não foi uma simples chuva foi uma tempestade, gotas caiam em infiltrações nesta cela, o frio veio, a coberta é muito fina, e não cobre meu pé. 
-Que saudade da minha cama! do meu quarto!
-Porque?
Porque eu dei aquele tiro?
Porque não dei ouvido aos conselhos dos meus pais?
E eles porque não vieram aqui?
Será que eles estão revoltados por eu ter me entregado?
-Afinal eu confessei um crime que não cometi! mas foi mais forte que eu. Mas só eu e Deus sabe que aquele pai do Nilmar tem ódio nos olhos, e sim seria capaz de atirar. Eu fiz o certo, sei que fiz o certo.
#Calma Robson, tenha fé, esta situação irá passar, tenha Calma !


Muito obrigado pela visita, não esqueça de dar maizinhos no Google+ e curtir no Facebook, para comentar aqui tem que ser seguidor. Então siga-me no Google Friends, os links estão abaixo.
Deixe sua opinião
Por: Waldryano RJ 1.10.15 Comentarios | As ,

0 comentários:

A maioria dos textos e imagens expostos neste blog são de autoria ®Waldryano. Tecnologia do Blogger.

# Compartilhe