A cura, um filme comovente


Por Waldryano 
Para o Blog Refletindo o Evangelho



Assisti esse filme e estou aqui tecendo comentário sobre ele,este filme você pode encontrar no youtube, sim sempre quando quero assistir um filme procuro pelo youtube aleatoriamente e deste modo encontrei esse filme.

Bem a história e mais ou menos assim:

Um menino portador do vírus HIV (este adquiriu o vírus através de uma transfusão de sangue) encontra no seu vizinho um amigo. 
O garoto sofre muito preconceito, e o seu amigo e ele de uma maneira bem adolescente buscam a cura para a Aids.
E começam essa procura por folhas dos bosques próximos a sua casa.
Enquanto isto sofrem com preconceitos  por causa da situação (bem mais grave nos anos da ambientalização do filme)
Em determinado momento do filme estes dois amigos começam uma viagem por um rio dos Estados Unidos atrás de um cientista que supostamente haveria encontrado a cura para a Aids.
O menino se fragiliza, sua mãe encontra ele. E o menino com aids morre. Deixando seu amigo órfão de uma amizade verdadeira.
Gostei do filme conversa com as pessoas de diversas maneiras diferentes.

-Primeiro: Faz a gente voltar aquela época da infância das brincadeiras infantis de modo
agradável.
-Segundo: Trata de dois assuntos de modo amenizado, a Aids e a Morte.
-Terceiro: Trata de preconceito.
-Quarto: É um filme que demonstra que o interessante é viver com intensidade ser feliz com as pequenas coisas.

Sobre o lado evangélico, não tem neste livro, não é tratado deste assunto, mas mesmo assim consigo traçar um paralelo.

O mundo esta doente, não se encontra a cura pois para este mundo não existe cura. A cura deve ser tratada em cada um sendo esta individual, Jesus é a cura para você amado leitor. Você estará sempre envolto ao que pode te matar a qualquer momento isto chama-se pecado.
No filme o menino morre restando apenas os bons momentos e a amizade que ambos nutriram, as ações só isto restou como exemplo.
O filme já pode ser considerado antigo,pesquisando ví que um dos dois amigos morreu de overdose aos vinte e cinco anos.Não vou citar qual foi, deixando se interessar pesquisar sobre ele. Mas este ator deixou o filme como exemplo para assistirmos e pensarmos na vida.
A cura, infelizmente não existe, nem para a Aids nem para este mundo. O céu, é o lugar que só irá morar quem tem boas Ações na Terra.

Ótima Dica de filme para assistir.

   
Se sentir interesse de ler sobre o filme, leia aqui


Ajude esta mensagem chegar mais longe, comente no Google mais, compartilhe no facebook e no Google mais, agora é com você leitor refletindo o evangelho, com seus amigos!

Nenhum comentário:

você poderá gostar destes posts abaixo