Pesquisar este blog

Translate

2.11.15

Jacobede, uma mãe que protegeu o seu filhinho

Por Waldryano | Estudo Bíblico Mulheres da Bíblia
Para o Blog Refletindo o Evangelho




Jacobede, uma mãe que protegeu seu filhinho:
Moisés, a esperança que veio do rio
Tendo o menino crescido, ela o levou à filha do faraó, que o adotou e lhe deu o nome de Moisés, dizendo: "Porque eu o tirei das águas"
Êxodo 2;10
José, foi ao Egito, com os seus familiares, povoaram o Egito com o povo hebreu, porém, um Faraó surgiu que não conhecia José, assim a Bíblia nos conta, e ela conta também, que o povo de Israel tornou-se escravo.
O povo de Deus, escravo, agora vivia sem esperança, em uma terra estranha.
Faraó preocupado com aquele povo que não parava de crescer, veio a ideia de matar todos os varões e preservar as meninas. E assim foi.
Nasceu Moisés, que sua família o guardou por três meses, mas chegou um momento que já não era possível guarda-lo. E tomou um cesto de junco para fazer o que era determinado as mães israelitas que fizessem.
Lançar seus filhos as margens do Rio Nilo. a deriva de morrerem afogados.
A mãe de Moisés, Jacobede da casa de Levi teve um brilhante cuidado de colocar betume neste cesto, de junco [parecido com a taquara que é feito a maioria dos cestos que conhecemos].
Jacobede com essa atitude de amor ela fez a determinação de Faraó, de lançar seu amado filhinho no rio Nilo. Mas ela fez uma proteção.
Hoje eu aprendo isto com esta tão contada história, que as mães sim lançam seus filhos para o Mundo, alguns sim, servirão a Deus terão boas famílias, outros nem tanto. Mas o diferencial desta mãe foi isto:
-Ela fez uma proteção para seu filho naquele vasto rio Nilo.
Hoje as mães podem sim proteger seus filhos, através de constante intercessão, orar para que Deus venha a proteger seus filhos para não se afogarem nos pecados, para que não se envolvam em coisas que possam acarretar em situações de perigo.
Aquela mãe protegeu seu filho, numa situação extrema, onde a morte era certa.
foto commons creative pixabay
Mas para aquele pequeno, ainda havia uma esperança.
Entenda que o chamado de Moisés, iniciou alí, naquele rio, com aquela sabia mãe, o restante foi providência divina.
Quem guiou aquele cestinho, em meio as correntezas do Nilo?Foi Deus. É Deus que guia nossos passos, em meio as correntezas dessa vida Amado.
É confiar, como aquela mãe Jacobede, que confiou em Deus, mas ela foi prudente.
Amados, na vida de nossos filhos devemos agir como essa mãe, lançar a vida, orar, e observar de perto.
imagem extraída da internet: fonte 

Aquela mãe pediu para sua filha Miriam, ir observar seu amado filho de longe, para que lado que lugar iria aquele cestinho.Eu leio essa passagem, e tento colocar-me na situação no lugar daquela mãe. Que situação amados, colocar seu filhinho, e confiar. Penso assim que aquela mãe, orava pedindo a Deus o melhor para o pequeno. Por que não um milagre, para que ele não morresse.
Foram momentos de apreensão. No mesmo tempo foi um tempo de milagre e providência divina, o libertador estaria apenas começando sua saga de aprendizagem e era necessário a ele passar por tudo que passou.
As vezes as mães super protegem seus filhos, quando que na realidade deveria de tomar uma postura intercessora, e aconselhadora.
Aquela mãe confiou, e lançou ao rio a esperança de sua casa.E como todos bem sabem da história, os acontecimentos foram se sucedendo como que um milagre mesmo, A filha de Faraó encontrou aquele pequeno, a sua irmã que acompanhara de longe, adentrou naquela cena, e propôs que sua mãe cuidasse do pequeno.
O pequeno agora era criado com o aval da realeza, e colocaram o nome do pequeno de Moisés, “por que eu tirei da água Êxodo 2 1-10”.
Agora filho adotivo de uma princesa, teria a melhor educação do mundo daquela época.Deus estava preparando o para ser o libertador do povo hebreu.Amados, nas correntes desta vida, devemos nos lançar e confiar em Deus, é Ele que guiará nossas vidas para o melhor, para o que ele deseja de nós.
O preparo aqui: -Aquele cestinho com betume que impermeabilizou o menininho da morte certa, eu entendo assim: -É a nossa vida de constante comunhão com Deus, seja lendo nossa Bíblia, seja orando ao nosso pai, seja indo a Igreja constantemente, firmando nossa fé na rocha que é Cristo.
Esse Nilo esta aí, devemos estar preparado, para que nosso cestinho não afunde em meio ao despreparo de não preservar nossa alma deste mundo.
E isto é constante, a proteção é todos os dias que devemos buscar e sempre vigiar.
Existe sim duas situações aqui a se pensar, você estando do lado de fora intercedendo pra quem esta navegando por águas tortuosas e também você amado leitor que esta sim num cestinho, onde de todos os lados, as águas querem entrar e afundar-te.
Eu reforço que nas nossas vidas devemos confiar em Deus, orar interceder, e estar sempre se preparando, todos os dias para enfrentarmos as tribulações, as investidas de satanás. Que quer de todos os modos nos ver, naufragados fracassados.
Fica essa mensagem para sua vida e entenda que os propósitos de Deus para a sua vida são lindos, porém terás que passar por esse rio, confiando que sua  vitória esta logo ali, confie!
A paz de Cristo a todos
Continue seu estudo Bíblico Mulheres da Bíblia, escolha abaixo uma mulher e boa leitura!
»

Nenhum comentário:

Postagem em destaque

Atitude racista afasta William Waack

William Waack Um vídeo que circulou nas redes socais nesta quarta-feira em que o apresentador William Waack, do Jornal da Globo, aparece...