Paranaense, trinta e poucos anos, formado em letras, evangélico, E... Gosto de escrever...
Abigail Tipo da Igreja Fiel [ 1 Sm 25:18 23-28,32-35,39-42 ]



INTRODUÇÃO 


Quando olhamos para a vida de Abigail, percebemos, através da revelação do Espírito, que ela é um tipo maravilhoso da igreja fiel. Abigail (que significa “meu Pai é alegria”) era mulher de um homem rico, possuidor de grandes rebanhos, chamado Nabal (que significa “loucura”).

Nos dias em que os pastores de Nabal apascentavam seus rebanhos no monte Carmelo, Davi, que fugia de Saul, estava acampado com seus homens naquela mesma região, e durante a sua permanência ali serviu de proteção aos pastores e rebanhos de Nabal contra os salteadores, tão comuns naqueles tempos. Certo dia Davi enviou dez dos seus homens para pedir uma ajuda a Nabal, como forma de pagamento pelo serviço prestado, já que estava necessitando de alimento para si e seus homens (vs. 4 - 8). 

Quando os mancebos transmitiram as palavras de Davi a Nabal, foram tratados com aspereza e ouviram palavras de grande humilhação em relação a Davi, que naquela ocasião já era ungido do Senhor, o qual foi comparado a um escravo que fugia de seu Senhor (vs. 10 e 11). 

Os mensageiros então regressaram e contaram a Davi tudo que Nabal lhes disse a seu respeito. Então Davi muito se indignou e ordenou a seus homens que cingissem suas espadas e se preparassem para dar a Nabal a paga por sua ingratidão (vs. 12 e 13). Um dos servos de Nabal, que ouvira os desagravos de seu senhor contra Davi, correu e contou tudo que havia acontecido a Abigail. 

Esta quando tomou conhecimento dos fatos ocorridos, tratou de providenciar um meio de evitar o juízo que estava por vir sobre a casa de Nabal (vs. 14 - 17). Um detalhe que nos chama a atenção é o sentimento de misericórdia de Abigail por seu esposo Nabal, apesar de ser ele um “homem de belial”, como ela mesmo o disse. 

Isso não foi motivo para que ela o deixasse entregue à sua própria sorte, mas movida de compaixão esforçou-se para livrá-lo da morte. Nesta atitude e em outras que veremos ao longo deste estudo, é que percebemos a posição e o testemunho que a igreja fiel deve ter em relação ao PECADOR, ao SENHOR JESUS e aos SERVOS DO SENHOR. 

1 - POSIÇÃO DE ABIGAIL EM RELAÇÃO A NABAL ( O PECADOR ) vs. 18 

- O Senhor Jesus tem abençoado a todos e por isso é digno de ser servido e agradado por todos, mas o pecador não dá ao Senhor aquilo que Ele requer. Mas a igreja fiel dá ao Senhor aquilo que ele requer e sempre está disposta a agradá-lo: 
* O pão = O corpo de Cristo 
* Dois odres de vinho = A comunhão do Espírito Santo 
* Ovelhas guisadas = O sacrifício, o culto revelado (o alimento pronto) 
* Trigo tostado = Palavra revelada 
* Cachos de passas = Dons espirituais 
* Pasta de figos = Vida profética (identificação com Israel) 

vs. 24 e 25 - A igreja fiel sempre intercede ao Senhor pelo pecador e suplica ao Senhor pelo perdão dos seus pecados e pela salvação de sua alma. Nabal tipifica o pecador que recebe todo benefício do Senhor, mas que não o serve. 

Assim como no caso de Nabal, o juízo já está decretado sobre o pecador, mas a função da igreja fiel é interceder para que o Senhor tenha misericórdia e salve sua vida (Jd 1:23). Outro exemplo é a intercessão de Abraão pêlos habitantes de Sodoma e Gomorra (Gn 18:23 - 33). vs. 27 - A igreja fiel entrega ofertas de adoração ao Senhor em favor do pecador (jejuns, intercessões, madrugadas, etc.) exaltando a sua misericórdia e graça. 

2 - POSIÇÃO DE ABIGAIL EM RELAÇÃO A DAVI ( O SENHOR JESUS ) vs. 23 - 

A igreja fiel é aquela que se humilha diante do Senhor. Ela desce da sua posição e se prostra aos pés do Senhor, com temor no coração. Ela está aos pés do Senhor para clamar por sua salvação, e sua posição é a de uma serva que está à disposição do seu Senhor. 

vs. 28 - A igreja fiel reconhece o Senhorio de Jesus, bem como sua Justiça e Santidade. 

vs. 30 - A igreja fiel conhece as profecias sobre o reinado eterno do Senhor Jesus. 

vs. 32 e 33 - O Senhor Jesus se agrada da igreja fiel e em breve a exaltará por sua humildade, por sua sabedoria e por sua perseverança em realizar a sua obra e por seu testemunho diante do mundo. 

vs. 35 - O Senhor Jesus se agrada e recebe as ofertas da igreja fiel, pois elas são a expressão do desejo do seu coração (ela dá ao Senhor aquilo que Ele revela que Lhe dê). Ela é aceitável diante da sua face porque não está firmada na sua justiça própria. 

vs. 39 - O senhor Jesus tomará a igreja fiel um dia, quando o juízo de Deus for executado, e fará dela a sua esposa eternamente. 

3 - POSIÇÃO DE ABIGAIL EM RELAÇÃO AOS SERVOS DE DAVI ( IRMÃOS ) 

vs. 41 - A igreja fiel está pronta a seguir o exemplo do Senhor quando lavou os pés dos discípulos. Ela sempre assume a posição de humildade diante dos demais, não se julgando superior a ninguém. Sempre está disposta a ajudar os outros na sua caminhada, tornando-a mais confortável, pois o deserto (mundo) tem causado feridas nos pés de muitos. O servo fiel tem o coração cheio de amor para com o Senhor e para com os irmãos, se preocupando sempre com os que passam por tribulações e provas na caminhada, assistindo os novos na fé e realizando a Obra com toda a diligência. Lavar os pés dos servos significa servir a todos com todo o coração, para que todos superem as lutas e dificuldades da caminhada e atravessem o deserto até chegar na Terra Prometida. 

CONCLUSÃO 

A igreja que assim procede sempre ouvirá do Senhor as palavras: “Bendito o Senhor Deus de Israel, que hoje te enviou ao meu encontro. E bendito o teu conselho, e bendita tu...” 1Sm 25:32, 33
Deixe sua opinião

0 comentários:

A maioria dos textos e imagens expostos neste blog são de autoria ®Waldryano. Tecnologia do Blogger.

# Compartilhe